Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

40- Calejamento dos grupos de combate.

(continuação de 39- Chuva diluviana)

 

A nossa companhia após o calejamento dos grupos de combate, já habituados às dificuldades da mata, e às possíveis tácticas do IN (inimigo), desenvolvia a actividade operacional para áreas de intervenção militar, enquadradas pelos rios, Cassai, Cuango, Cuango-Mugué, Cumbi, Cucumbi, Cuilo, Luchico, Chicapa, Luchace, Luachima e Chiumbe, e incrementava o apoio social junto das populações, a partir da própria companhia no Alto Chicapa, de um destacamento na aldeia de Cambatxilonda e, na parte final da comissão, com um novo destacamento na aldeia de António Cavula.


As operações que realizámos nas matas e nos rios do Alto Chicapa, eram alternadas de cinco em cinco dias, mata / quartel, ou eventualmente de seis dias, mas eram quase sempre iguais e até o medo das minas durante o trajecto para a largada ou na recolha se mantinha, no entanto, conforme os locais, mudava a vegetação, o estado do tempo, as nossas dificuldades e uma ou outra peripécia.
 

(a seguir - Os preparativos da operação “Pato 7212")

 

publicado por Alto Chicapa às 11:57

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De A.Bilro Ferreira a 31 de Agosto de 2010 às 02:24
Sr. Carlos Alberto foi com prazer que li a sua narrativa, uma bela narrativa daquele Alto Chicapa que eu bem conheci. Eu fui com a C. Caç 2378 em 1968 a 1970, como deve calcular as nossas condições eram bem diferentes das vossas, pois fomos nos os primeiros a instalar-mos lá, vivíamos em tendas da segunda guerra, as cónicas , água íamos ao rio, electricidade havia quando o gerador funcionava, para não lhe falar das semanas para lá chegar.
Eu era op.TRMS e estive muito tempo no PC-AV no Dala e ao lêr o seu blog fiquei surpreendido quando fala dos mercenários do Katanga , (os amarelos) que eu conheci muito bem e com os quais eu fiz operações, nesse tempo eles estavam sitiados na zona da Diamang , utilizavam FN , circulavam de noite em camion civil com escolta da PIDE e em operação comiam ração militar.
Nessa altura havia muito poucas pessoas ao corrente da actuação desses mercenários.
Depois de ter passado tantos meses a procura na Net noticias dos ex-camaradas foi com muito prazer que li o seu blog.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Sr. Carlos Alberto foi com prazer que li a sua narrativa, uma bela narrativa daquele Alto Chicapa que eu bem conheci. Eu fui com a C. Caç 2378 em 1968 a 1970, como deve calcular as nossas condições eram bem diferentes das vossas, pois fomos nos os primeiros a instalar-mos lá, vivíamos em tendas da segunda guerra, as cónicas , água íamos ao rio, electricidade havia quando o gerador funcionava, para não lhe falar das semanas para lá chegar. <BR>Eu era op.TRMS e estive muito tempo no PC-AV no Dala e ao lêr o seu blog fiquei surpreendido quando fala dos mercenários do Katanga , (os amarelos) que eu conheci muito bem e com os quais eu fiz operações, nesse tempo eles estavam sitiados na zona da Diamang , utilizavam FN , circulavam de noite em camion civil com escolta da PIDE e em operação comiam ração militar. <BR>Nessa altura havia muito poucas pessoas ao corrente da actuação desses mercenários. <BR>Depois de ter passado tantos meses a procura na Net noticias dos ex-camaradas foi com muito prazer que li o seu blog. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Saudo-o</A> e mais uma vez lhe dou os parabéns. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>ABF</A>
De Carlos Alberto Santos a 31 de Agosto de 2010 às 22:11
Agradeço o seu comentário e as suas palavras.
Sinal que estamos vivos e com o mesmo espírito.
Obrigado
CAS

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
16
17
19
20
22
23
25
26
27
29
30
31

.posts recentes

. 66- Conclusões

. 65- Epilogo / Fim da comi...

. 64- Epilogo / Destacament...

. 63- Três crianças no quar...

. 62- Os meus olhos já iam ...

. 61- Deslocação a Henrique...

. 60- O tchimbanda

. 59- A iniciação dos rapaz...

. 58- A iniciação das rapar...

. 57- Mergulhos no rio

. 56- Mudança no comando da...

. 55- Torneio de futebol

. 54- Férias no "Putu"

. 53- Sem reabastecimento e...

. 52- O meu primeiro Natal ...

. 51- Um fim-de-semana ante...

. 50- Já passei por aqui e ...

. 49- Uma jiboia e o ataque...

. 48- Formigas quissongo e ...

. 47- Perdidos na mata

. 46- Formigas térmites e d...

. 45- Operação "Pato 7212",...

. 44- Operação "Pato 7212",...

. 43- Operação “Pato 7212”,...

. 42- Operação "Pato 7212",...

. 41- Os preparativos da op...

. 40- Calejamento dos grupo...

. 39- Chuva diluviana

. 38- Missão humanitária

. 37- Primeiro passeio pelo...

. 36- O nosso aquartelament...

. 35- As sentinelas

. 34- Alto Chicapa

. 33- Alto Chicapa, a minha...

. 32- O que é que eu faço a...

. 31- Ordem de movimento pa...

. 30- Chuva e trovoada

. 29- Dois irmãos de mães d...

. 28- O povo e a vida difíc...

. 27- Longínqua terra para ...

. 26- Uma G3 e cinco carreg...

. 25- "Chindelo" só querer ...

. 24- O “nossoalferes” paga

. 23- O O. desenfiou-se

. 22- Fiéis katangueses

. 21- Ataque ao MVL (Movime...

. 20- Exército de mosquitos

. 19- Informação militar em...

. 18- Entregues a nós própr...

. 17- Os maçaricos

.arquivos

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.On line

page counter
blogs SAPO

.subscrever feeds